Programa Escolas Livres de Tabaco - PELT

No âmbito do projeto Haja Saúde, em colaboração com a ULSAM, estamos a implementar no decurso do presente ano letivo, e pelo segundo ano consecutivo, o "Programa Escolas Livres de Tabaco" (PELT). A nível curricular, neste programa, são dinamizadas, pelos professores de várias disciplinas do conselho de turma, num trabalho abrangente e colaborativo, seis sessões PELT em todas as turmas do 7º e 8º anos do agrupamento. O objetivo é reduzir a prevalência do comportamento de fumar entre os jovens.  

PeltNum estudo da ULSAM,  realizado no nosso agrupamento, no ano letivo 2012-13, constata-se que a maioria dos jovens não fuma (82%). Dos alunos que fumam (18%), 73% são do12º ano, 27% são do 9º ano e nenhum do 7º ano.  (Foi garantida a confidencialidade dos dados e a amostra utilizada foi 20% de alunos de cada turma do 7º, 9º e 12º anos).  Pretende-se, com o PELT, aumentar a proporção de jovens que não fuma e atrasar a iniciação tabágica. 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o tabagismo é a principal causa de morte evitável no mundo, fundamentalmente nos países desenvolvidos, onde é responsável por 20% do total de número de mortes. Conforme dados divulgados pela OMS, cerca de 4,9 milhões morrem anualmente, em todo o mundo, em consequência do tabagismo. Estima-se que morrem cerca de 500.000 pessoas em toda a União Europeia por doenças relacionadas com este hábito, calculando-se que em Portugal esse número seja de cerca de 8.500. Como é hoje amplamente conhecido, o tabagismo provoca ou está relacionado com diversas doenças, como o cancro, problemas cardiovasculares ou doenças respiratórias.
Sabe-se também que para a maioria dos fumadores a iniciação tabágica acontece antes dos 12 anos e que o hábito do tabagismo se instala no início da adolescência, entre os 14 e os 16 anos. Por este motivo, a prevenção primária deste grave problema junto da população jovem, com o objetivo de evitar ou retardar o mais possível este hábito, reveste-se da maior importância e está entre as principais medidas de controlo do tabagismo e das suas consequências.
A eficácia da prevenção primária do tabagismo está dependente da articulação entre diferentes medidas dirigidas a diferentes públicos alvo. É em todo este contexto que surge o PELT. Pretende-se consciencializar de forma equilibrada os alunos para o problema do tabagismo, transmitindo-lhes informação que apoie essa tomada de consciência e que estimule uma atitude individual e coletiva responsável.

O PELT desenvolve-se ao longo de dois anos:
O Programa Querer é Poder I, destinado aos alunos do 7º ano, aborda o tabagismo de forma abrangente, sendo explorados temas como os efeitos para o organismo, a curto e longo prazo, do hábito de fumar e de não fumar, o tabagismo como uma dependência, as pressões sociais e da publicidade como incentivo ao tabagismo e a aquisição de competências para saber resistir de forma assertiva a todas essas pressões.
O Programa Querer é Poder II, dirigido aos alunos do 8º ano, tem como tema de fundo a exposição ao fumo ambiental, tornando mais evidente junto dos alunos que este é um problema que respeita a toda a sociedade, mesmo os não fumadores. Pretende-se mobilizar os alunos para a sua participação ativa na gestão e controlo do tabagismo na escola, junto da sua família e na comunidade. Em resumo, este programa pretende formar e informar os jovens alunos no que respeita ao tabagismo e, através destes, chegar à comunidade em geral.

Ano Letivo: