O beijo da palavrinha - Acróstico

O beijo da palavrinha

Bem pobre era a menina,

E renasceu.

Imaginava, nos seius sonhos, que era o rio.

Jaime, seu tio, achou grave a sua família nunca ter visto o mar.

O mar é lindo,

Digno de se apreciar.

A Poeirinha adoeceu gravemente.

Por isso, sua mãe tentou que ela se recuperasse.

Apesar disso, não melhorou.

Logo, seu irmão tentou mostrar-lhe o mar.

A sua família não concordou, pois ele tinha de descansar.

«Vê maninha, isto é o mar».

R de "rocha, A de "ave" e M são as ondas.

Incontornável era o seu destino.

Na companhia de sua família, partiu.

Havia, no entanto, muitas recordações e 

A Poeirinha continuou presente para sempre.

                                                        Rodrigo Nande Ferreira, M4A

Tema: 
Ano Letivo: